Mostrando postagens com marcador FINANÇAS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador FINANÇAS. Mostrar todas as postagens

O QUE É UM PRECATÓRIO?

Precatórios. Você sabe o que é um precatório? De repente, um termo técnico voltou a tomar conta das manchetes, agora esse mesmo assunto volta a circular no Senado. Precatórios, o nome complicado para se referir às dívidas judiciais do Poder Público.

Na década de 1990, os precatórios apareceram bastante no noticiário por conta de escândalos de corrupção. Dessa vez, o motivo é outro: eles aparecem como protagonistas no debate sobre o Renda Cidadã, um programa que está sendo estudado para o final do auxílio emergencial.

Precatórios
Imagem da Biblioteca do Canva.com

O QUE É UM PRECATÓRIO?

Precatório é uma espécie de requisição de pagamento de determinada quantia a que a Fazenda Pública foi condenada em processo judicial, para valores totais acima de 60 salários mínimos por beneficiário. A Requisição de Pagamento é encaminhado pelo Juiz da execução para o Presidente do Tribunal.

As requisições recebidas no Tribunal até 1º de julho de um ano, são autuadas como Precatórios, atualizadas nesta data e incluídas na proposta orçamentária do ano seguinte.

Os precatórios autuados após esta data serão atualizados em 1º de julho do ano seguinte e inscritos na proposta orçamentária subsequente.


O que são precatórios? Saiba mais sobre esse termo
Imagem criada no Canva.com

O prazo para depósito, junto ao Tribunal, dos valores dos precatórios inscritos na proposta de determinado ano é dia 31 de dezembro do ano para o qual foi orçado.

Quanto tempo leva para receber um precatório?

Quando ocorre a liberação do numerário, o Tribunal procede ao pagamento, primeiramente dos precatórios de créditos alimentares e depois os de créditos comuns, conforme a ordem cronológica de apresentação.

É então aberta uma conta de depósito judicial para cada precatório, na qual é creditado o valor correspondente a cada um, após o que é encaminhado ofício ao Juízo que expediu o precatório, disponibilizando-se a verba (transferência à vara de origem).

Financas
Imagem biblioteca do Canva.com

Disponibilizada a verba, o Juiz da execução determinará a expedição do respectivo alvará de levantamento, permitindo o saque do valor pelos beneficiários. Após a transferência da verba, os autos do Precatório são arquivados no Tribunal.

O pagamento de precatórios está previsto na Constituição Federal. Formular a requisição do pagamento compete ao presidente do Tribunal em que o processo tramitou.

Quais tipos de precatórios?

Os precatórios podem ter natureza alimentar – quando decorrerem de ações judiciais relacionadas a salários, pensões, aposentadorias ou indenizações – ou não alimentar, quando tratam de outros temas, como desapropriações e tributos.

Quem tem direito a receber precatório?

Ao receberem os depósitos das entidades devedoras, os Tribunais responsáveis pelos pagamentos organizam listas, observando as prioridades previstas na Constituição Federal (débitos de natureza alimentar cujos titulares tenham 60 anos de idade, sejam portadores de natureza grave ou pessoas com deficiência) e a ordem cronológica de apresentação dos precatórios.

Não é qualquer dívida que vira um precatório. O valor precisa ser superior a 60 salários mínimos, no caso da fazenda federal – os estados, distritos e municípios têm legislações variadas.

Quando um precatório é emitido, o valor da dívida deve entrar no orçamento do governo, para ser pago em uma data futura. As requisições que são recebidas até 1º de julho de um ano são convertidas em precatórios e incluídas na proposta orçamentária do próximo ano. As recebidas após essa data são incluídas no ano seguinte. 

_________________________

Editor do blog

Compartilhe nas suas redes sociais:

INVESTIMENTO: POUPANÇA OU TITULOS:

Como poupar dinheiro ganhando pouco? Como investir com pouco dinheiro? Certamente essas são questões levantadas por muitos. Saber como economizar no seu dia a dia, mesmo com pouca grana, tem sido as mensagens de muitos gurus da economia.

Apresentação da página do Tesouro Direto
Como você enxerga o dinheiro? Como você foi educado financeiramente? Porque quer fazer um investimento? Como investir numa poupança. Parece que essas perguntas estão fora de conexão, não é mesmo? Mas comece a refletir mais sobre cada uma delas.

Todos nós temos sonhos. Não importa a condição social, todos somos movidos a desejos, no sentido de trazer benefícios à vida.

Numa época em que o modo de produção usava pessoas como escravos, havia desejos dos escravos de sair daquela situação e que só mesmo a Lei Áurea tornou possível esse sonho.

E aqui não vamos entrar em mais detalhes de outras classes sociais, mas a ideia é trazer à luz, desejos, sonhos que trazemos no nosso subconsciente, independentemente da vida financeira de cada pessoa.

Tivemos época em que o conceito sobre dinheiro é somente para pessoas ricas e nunca para pobre. Pessoas foram criadas com o conceito de dinheiro totalmente envolvidos com questões religiosas ou mesmo envolvidas com sua vida de pensamentos pequenos. Observem as seguintes frases:

“Os ricos são pessoas muito gananciosas”. “Devemos nos contentar com o que temos”. “Dinheiro não traz felicidades”. “Dinheiro não é tudo”. “Quem nasceu pobre, vai morrer pobre”. “Dinheiro é a raiz de todos os males”.

Muitos foram educados dentro de sua casa ouvindo de seus pais, essas frases ou outras acima. A forma como enxergamos investimentos com o dinheiro, diz muito da forma como fomos educados sobre ele.

Moedas e cédulas sobre a mesa
Imagem de Steve Buissinne por Pixabay 

Não existe uma fórmula que ensina a ser rico na vida, da noite para o dia. Claro, chegar a montar um patrimônio, exige que tenhamos uma ideia clara do que o investimento representa para nós, o conceito que temos sobre dinheiro e agir. Isso possibilita a cada um a realizar seus sonhos. Invista, mesmo com pouco, mas comece.

Quais são os melhores investimentos? Como poupar seguramente visando um futuro, sem deixar de lado seu lazer e suas necessidades. Quais as melhores plataformas de investimento? Há vários questionamentos sobre os rendimentos da poupança e se vale a pena investir nessa modalidade.

Segundo informações da Economatica, as perdas do poder aquisitivo vindo da poupança, tiveram uma queda considerável e que nesse mesmo estudo, dessa instituição, formam 11 meses seguidos de perdas na poupança.

EBOOK

Um exemplo: quem deixou seu dinheiro na poupança até o mês de julho do ano de 2021, a perda foi de 6,67% em um ano. Foi a maior perda com aplicação em poupança, considerando a partir do ano de 1991.

Hoje, seguramente, quem quer um melhor investimento, a melhor opção não é a poupança. Os rendimentos dela são muito baixo em relação a outros investimentos.

Para investir com rendimentos melhores o seu dinheiro, é muito importante fazer uma comparação entre aplicação financeira na poupança e aplicação em outras modalidades, como por exemplo, Títulos do Tesouro Direto.

Veja um exemplo comparativo entre Título do Tesouro e poupança, além de outras modalidades. Mas em todas elas, o investimento no tesouro direto, ainda é melhor aplicação.

Leia também: TESOURO DIRETO, O QUE É?

Lembre-se que esse valor é apenas uma referência para efeito comparativo.

Relatório de investimento tesouro direto
Crédito: Tesouro Direto

Fazendo então, uma análise dos rendimentos da poupança, percebe-se que, os resultados, não compensam, em relação a investimentos, nesse mesmo período, com títulos do tesouro nacional.

Portanto, investir em um título que garanta rentabilidade acima da inflação, é a melhor opção do momento, tendo em vista que, atualmente, não compensam os rendimentos da poupança.

____________

Editor do blog

Compartilhe nas suas redes sociais:

5 DICAS PARA ORGANIZAR O DINHEIRO DO NEGÓCIO

Quando você tem um negócio, precisa de alguns cuidados para não tornar sua empresa refém de problemas financeiros. Em muitos casos, isso já se torna corriqueiro e acaba afundando muitos em verdadeiro lamaçal de problemas financeiros.


Veja nesse vídeo as 5 dicas para organizar o dinheiro do negócio, evitando maiores prejuízos. O vídeo do canal do Sebrae, está bem distribuído em tópicos o que vai facilitar sua compreensão. São esses tópicos: 

DICA 1 – PLANEJAMENTO, DICA 2 – INVESTIMENTO, DICA 3 – EMPRÉSTIMO E FINANCIAMENTO, DICA 4 – VIDA PESSOAL, DICA 5 – SEPARAR EMPRESA DA FAMÍLIA

Canal:Sebrae Mato Grosso do Sul

Compartilhe nas suas redes sociais:

COMO FUNCIONAM OS FUNDOS IMOBILIÁRIOS?

Você sabe o que são fundos imobiliários? Como funcionam os fundos imobiliários? Já fez algum tipo de investimento na bolsa de valores? Se ainda não sabe o que são esses termos, está na hora de tomar conhecimento sobre investimentos financeiros e um deles é Fundos 
Imobiliários.
Pode ser uma novidade para muitos, mas os fundos imobiliários hoje são a coqueluche do momento. Os fundos de investimentos imobiliários (FIIs) é nada mais, nada menos que aplicações financeiras em papéis do mercado de imóveis.
Saiba mais sobre 

Isto quer dizer que, ao comprar um fundo de investimento  imobiliário, você se torna um cotista desse conjunto de ativos imobiliários, pois um fundo é um conjunto de recursos financeiros administrados por uma corretora de investimentos.

Imagem licenciável do Google

Trocando em miúdos, um fundo imobiliário, pode se dizer que é um condomínio de investidores, que juntam seus recursos para que sejam aplicados em conjunto no mercado imobiliário. 


O dinheiro é usado na construção ou na aquisição de imóveis, depois locados ou arrendados. Os ganhos são divididos entre os participantes ou cotistas, dentro da proporção que cada um aplicou.


É possível ganhar dinheiro com renda de aluguéis sem mesmo ter que adquirir um imóvel e sem se preocupar com pagamentos de IPTU, reformas, condomínios? Então entenda todo o processo e comece a investir.

Vamos entender mas um pouco sobre fundos imobiliários com esse vídeo do canal InvestNews BR 

Vídeo Créditos do Canal InvestNews BR

Compartilhe nas suas redes sociais:

EMPRESTIMO MEI, ME E EPP

Empréstimo MEI, ME e EPP. Você que abriu recentemente a sua empresa ou que já tem seu negócio em andamento, precisa se inteirar de algumas linhas de créditos oferecidos pelos bancos. 

COMO CONSEGUIR EMPRÉSTIMO?

Banner com anúncios de várias empresas sobre empréstimo MEI







Evidentemente, todo esse processo de linha de crédito é regido por critérios, que sua empresa precisa está enquadrada para ter acesso.

As linhas de créditos podem ser obtidas para as diversas categorias de negócios, tais como MEI, Micro Empresa, etc. Os valores e tipos de carências vão depender de seu tipo de negócio.

Mas antes de qualquer atitude a ser tomada, verifique algumas dicas que são necessárias para quem pretende fazer empréstimos.

VEJA ALGUMAS DICAS:

1. Organize suas finanças

Não caia na tentação de contrair empréstimos, com suas finanças toda atrapalhada. Isso só vai aumentar mais seus problemas financeiros. Se organize primeiro e veja a necessidade ou não desse empréstimo.


Portanto, verifique se é realmente importante e se é necessário fazer aquele empréstimo. Sabe aquela história de fazer um empréstimo para uma finalidade e por fim gastou-se todo o dinheiro em algo que não estava previsto.

>>Veja tambémCONTROLE O DINHEIRO DE SEU NEGOCIO

2.Faça comparações 

As taxas de juros são diferenciadas. Quando você faz uma comparação entre agencias, percebe que os juros disparam de um banco para outro.

3.Cuidado com promessas 

As promessas dos bancos, não devem deixar sua empresa ou seu pequeno negócio com surpresas desagradáveis, no fechamento do contrato, por meio de promessas, vantagens que em nada ajudaram seu negócio. 

Analise bastante o que está por trás de cada vantagens apresentadas, isso pode lhe dar bastante segurança.

4.Tire suas dúvidas antes

Observe, leia o que está escrito no contrato. Muitos se encantam com propostas mirabolantes e nem chegam a ler o contrato. Evite surpresas desagradáveis. Portanto, leia, questione, tire todas as suas dúvidas.

Isto pode lhe interessar também:

MEI PRECISA DECLARAR IMPOSTO DE RENDA?

Separamos um vídeo do canal Instituto Montanari para que você tenha ideia de como obter empréstimos nesses estabelecimentos bancários, quer sejam privados ou públicos.

Então, após assistir ao vídeo, deixe seu curtir, compartilhe para outras pessoas assistirem também e não deixe de se inscrever, ativando o sininho para você receber todas as atualizações do Canal Instituto Montanari

Credito: Canal Instituto Montanari

Em termos de empréstimo, é muito importante que sejam analisados cada pormenores, antes de fechar um contrato, tais como, quanto será cobrado de juros, as condições de garantias, pois sem esses pormenores, pode-se entrar num dilema de altos juros e que no final das contas, não terá valido apena ter tomado o empréstimo.

____________

Editor do blog

Compartilhe nas suas redes sociais:

Postagens Mais Lidas

FORNECEDORES DE SUCESSO


 

Total de visualizações de página

Publicidade